As pilotos mais conhecidas do automobilismo nacional trocaram de posição para pauta especial da TV Globo em Interlagos

O ano de 2017 foi marcado por situações que colocaram a mulher ainda em maior destaque dentro da sociedade atual. No automobilismo mundial e nacional não foi diferente. A Copa Truck tem apenas uma representante do sexo feminino, a piloto Débora Rodrigues. Com nome já consagrado dentro e fora das pistas, ela sempre demonstrou que não tem medo de subir nos brutos da categoria e encarar os homens de igual para igual.

Na Stock Car, a maior e mais competitiva categoria do turismo brasileiro, a representante é a paulistana Bia Figueiredo. A piloto deu os primeiros passos no kart, ainda criança, e durante sua carreira sempre competiu com muitos nomes consagrados do automobilismo. Passou por categorias internacionais, como a Fórmula Indy, e em 2018 vai para sua quinta temporada completa na Stock Car.

Na última quarta-feira (13) o Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, recebeu uma “disputa” nunca antes vista: o truck #7 de Débora Rodrigues e o Stock Car #3 de Bia Figueiredo se encontraram na pista para uma “dança das cadeiras”.

A ideia final era que elas pudessem literalmente trocar de lugar por um dia e sentir as diferenças de cada veículo de competição, algo que ainda não havia sido realizado. Bia pôde sentir os 1.200 cavalos de potência dos brutos da Copa Truck, enquanto Débora estranhou a altura do carro da Stock, mas gostou do que sentiu na pista de Interlagos.

Débora curtiu a brincadeira e ainda ressaltou: “Eu achei a experiência ótima, foi a primeira vez que eu acelerei mesmo um Stock. Eu já tinha andado uma vez, mas em uma ação comercial, fora de pista. Mas poder acelerar mesmo foi a primeira vez e foi louco! A Bia tá de parabéns de andar no meio daqueles machos todos, demais! Foi muito emocionante, apesar de muito diferente. Mas não dá pra trocar o bruto, mas quem sabe uma oportunidade de treinar um pouco mais, tentar uma Stock Light, quem sabe? Eu topo tudo!

O resultado dessa dança de cadeiras entra as duas mulheres mais rápidas do automobilismo nacional vai poder ser conferido em breve dentro do Globo Esporte e também no Giro SporTV na pauta, realizada especialmente para a TV Globo e para o canal SporTV pela produtora Erica Hideshima e pelo repórter Anselmo Caparica.