Roberval Andrade deu show na chuva de Guaporé e garantiu a pole position para corrida que abre a decisão da Copa Sul, a primeira das quatro Copas que compõem, junto com a Grande Final, o calendário da Copa Truck em 2018.

Mesmo fora da briga pela Copa, o piloto do Scania #15 não se abalou e cravou a marca de 1min43s919, ficando pouco mais de meio segundo à frente de Wellington Cirino, líder da Copa Sul.

Veja a classificação na íntegra abaixo:

Treino Classificatório

Posted by Copa Truck on Saturday, April 14, 2018

 

“O caminhão estava muito bem acertado para a pista molhada. Sabia que se o treino classificatório fosse disputado em condição de chuva nós íamos brigar pela pole e foi isso o que aconteceu. Agradeço muito a equipe pelo trabalho”, comentou Roberval.

“Sabia que brigaria pela pole na chuva!”

Falando em disputa da Copa Sul, quem vai sofrer bastante no domingo é o vice-líder Giuliano Losacco. Sem praticamente nenhuma experiência em pista molhada, o bicampeão da Stock Car optou pela cautela e vai sair da penúltima fila, em 17º lugar.

Quem não tem nada a ver com isso é Felipe Giaffone, atual Campeão das Copas, o terceiro no grid de largada. Ao seu lado sai Renato Martins, enquanto Beto Monteiro e o piloto da casa Regis Boéssio completam a lista dos seis primeiros.

A sessão foi marcada pelo acidente de Djalma Fogaça na curva 1. Não foi um acidente forte, mas a pancada foi suficiente para quebrar o diferencial de seu carro, o que dificultou bastante o resgate e atrasou ainda mais a sessão (postergada em três horas por conta da incessante chuva na região, que  chegou a 40 mm de volume de água).

A tomada de tempos teve três punições: André Marques (recuperado do acidente) e Alex Fabiano perderam suas melhores voltas por desrespeitarem a bandeira vermelha, enquanto Djalma também perdeu a melhor volta por excesso de velocidade no radar.

A decisão da Copa Sul no Autódromo de Guaporé acontece neste domingo a partir das 13 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV3. A programação também contará com a segunda etapa do Mercedes-Benz Challenge e a apresentação do grupo Só Zerinho Motoshow.

 

Grid de largada:

1. #15 Roberval Andrade (Scania), 1:43.919
2. #6 Wellington Cirino (Mercedes), 1:44.504
3. #4 Felipe Giaffone (Volkswagen), 1:44.766
4. #9 Renato Martins (MAN), 1:46.018
5. #88 Beto Monteiro (Iveco), 1:46.033
6. #83 Regis Boessio (Volvo), 1:46.263
7. #5 Adalberto Jardim (Volkswagen), 1:46.620
8. #7 Debora Rodrigues (Volkswagen), 1:46.701
9. #77 André Marques (Mercedes), 1:47.181
10. #99 Luiz Lopes (Iveco), 1:47.324
11. #72 Djalma Fogaça (Ford), 1:47.541
12. #30 Rogerio Castro (Volkswagen), 1:48.063
13. #47 Duda Bana (Volvo), 1:49.163
14. #13 Witold Ramasauskas (MAN), 1:49.378
15. #333 Alex Fabiano (Mercedes), 1:49.584
16. #27 Fabio Fogaça (Ford), 1:50.476
17. #90 Giuliano Losacco (Iveco), 1:50.684
18. #46 Luis Renato Luhrs (Scania), 1:57.671

Punições:

#77 e #333 = penalizados com a perda da melhor volta por desrespeito à bandeira vermelha
#72 = penalizado com a perda da volta por excesso de velocidade no radar.