Na base do esforço, Djalma confessa ter corrido com as costelas trincadas

A fase não é das melhores, mas o foco em busca de um objetivo a médio prazo na Copa Truck segue firme na mente de Djalma Fogaça. O Monstro sofreu em Guaporé com um acidente, que destruiu seu diferencial, e um tombo não planejado, responsável por um trincamento em suas costelas. Veja o acidente no vídeo abaixo, que se encontra aos 56min38s minutos de transmissão.

Treino Classificatório

Posted by Copa Truck on Saturday, April 14, 2018

 

O diferencial foi trocado a tempo da largada pela equipe Braubier DF Motorsport com excelência, mas as costelas de Djalma não puderam receber reparos; em suas redes sociais, o piloto do #72 revelou que se esforçou para competir em respeito aos milhares de fãs que enfrentaram chuva e frio no fim de semana para ver os brutos.

“Em 30 minutos de classificação tudo se acabou.”

“Em um erro meu bati a minha nave no classificatório, danificando muito o chassi. Para piorar, fui descer do Truck, pisei em falso e caí feio, luxando umas costelas. Estou a base de injeção e remédios desde então.”, relata Djalma. “Foi uma pena, nossa equipe estava bem aqui, com tudo organizadinho e os Trucks certinhos; dentro de nossas limitações não tivemos um problema sequer nos treinos e em 30 min de classificação tudo se acabou”, comenta o piloto, que enalteceu o trabalho de seus mecânicos, que já tinham uma enorme lista de tarefas antes do acidente na classificação.

“A equipe passou a noite em claro, pois ainda precisávamos trocar um motor do Fabinho que quebrou logo na segunda volta do treino. A gente sabia que nossas chances seriam mínimas, mas fizemos de tudo para pelo menos participar da prova em respeito a categoria, nossos parceiros e público que está na arquibancada”, completa Djalma, que agora tem a chance de começar tudo de novo com o início da Copa Sudeste, no dia 27 de maio, em Interlagos.

Veja um resumo das corridas que definiram a Copa Sul: