“Temos que trabalhar ainda mais na próxima Copa”, diz o campeão Cirino

Quem é rei nunca perde a majestade. Maior vencedor de corridas de caminhões do Brasil, Wellington Cirino conquistou o título da Copa Sul – a primeira das quatro copas que definirão os finalistas para a Grande Final da Copa Truck – em Guaporé.

Assim como na primeira etapa, em Cascavel, Cirino teve como principal adversário o campeão das copas Felipe Giaffone. Porém, se o câmbio traiu Giaffone em Cascavel, desta vez o excesso de velocidade no radar puniu o paulista e favoreceu Cirino, que venceu e botou a mão na taça. Na corrida seguinte, o paranaense jogou com o regulamento embaixo do braço, foi o sexto e garantiu tanto o Trofeu de Ouro quanto a vaga para a finalíssima de dezembro.

“Hoje tivemos uma disputa muito dura, mas extremamente limpa. Vamos comemorar esse título. Tudo aconteceu como o planejado. Nós buscamos ir muito bem na primeira corrida, para na segunda focar apenas no que precisaríamos fazer para ser campeão e deu certo”, comentou Cirino.

“Vamos celebrar o título. Tudo foi como o planejado.”

Mesmo garantido na Grande Final, o piloto da Mercedes acredita que não pode relaxar. “Temos que trabalhar ainda mais na próxima copa. Nosso motor precisa ser melhorado. O chassi é muito bem construído e o caminhão é muito bom. Hoje na segunda prova eu cuidei muito do equipamento e pudemos ter uma leitura completa, para que daqui pra frente o caminhão seja aperfeiçoado”, acrescentou.

Confira um resumo das duas corridas que definiram a Copa Sul no vídeo abaixo: