O começo ruim de temporada para Roberval Andrade ficou no passado. Em Interlagos, na parada mais importante da Copa Truck em 2018, o piloto da Scania venceu as duas corridas da terceira etapa e levou ao delírio o público corinthiano presente nas arquibancadas.

Arquibancadas, inclusive, que tiveram um bom número, assim como nos camarotes e paddock, o que abrilhantou ainda mais o espetáculo. Porém, mais brilhante foi a pilotagem de Roberval, que tinha dado apenas seis voltas nas quatro corridas anteriores, mesmo saíndo da pole em Guaporé.

Saindo da 15ª posição, o corinthiano voou e na primeira volta já era o quinto. A caminhada rumo à liderança contou com ultrapassagens sobre Rogério Castro, Luciano Burti e Beto Monteiro, enquanto Wellington Cirino parava nos boxes com a mangueira de refrigeração do motor quebrada – ele não sabia, mas a etapa do campeão da Copa Sul acabava ali. Monteiro também não teve tanta sorte e abandonou na sexta das 12 voltas da corrida 1.

Depois de tomar a ponta na primeira curva, Marques acabou não sendo páreo para Roberval e tratou de sustentar a segunda posição, o mesmo acontecendo com Luciano Burti e os três formaram o pódio da prova 1. Oitava colocada, Debora Rodrigues garantiu a pole da corrida 2, mas um problema no câmbio o fez abandonar antes mesmo de largar.

Na prova derradeira, Roberval deu novo show, pulando de sexto para primeiro logo na volta inicial. A partir de então as atenções se voltaram para a disputa da segunda posição, uma guerra de foice entre Burti, Marques e Renato Martins, que largara de segundo. Quem levou a melhor desta vez foi Burti, enquanto Marques chegou em terceiro, Fábio Fogaça conquistou seu primeiro pódio do ano e Martins fechou o “top 5”.

Como resultado, Roberval sai de São Paulo na liderança da Copa Sudeste e pontos máximos em um fim de semana: 40. Marques é o vice-líder com 34, dez a mais que Luciano Burti. Dos três, apenas Marques tem a vaga garantida para a Grande Final e, caso arrume um caminhão para correr em Curvelo, na próxima etapa, Burti tem chances reais de passar para a decisão. Será? Veja abaixo o que ele disse:

A próxima rodada dupla acontece dia 10 de junho em Curvelo, Minas Gerais. Confira abaixo os resultados completos do fim de semana.

Confira os resultados completos do fim de semana:

Corrida 1:
15 Roberval Andrade (Scania) – 12 voltas em 27min08s345
77 André Marques (Mercedes-Benz) – a 2.318
8 Luciano Burti (Volkswagen) – a 19.591
27 Fábio Fogaça (Ford) – a 42.683
9 Renato Martins (VW MAN) – a 49.530
13 Witold Ramasauskas (VW MAN) – a 54.382
5 Adalberto Jardim (Ford) – a 1:33.104
50 Débora Rodrigues (Volkswagen) – a 1:33.521
30 Rogério Castro (Volkswagen) – a 1:42.080
11 Rodrigo Belinati (Volkswagen) – a 1 volta
333 Alex Fabiano GG (Mercedes-Benz) – a 1 volta

Não completaram 75% da prova:
88 Beto Monteiro (Iveco)
72 Djalma Fogaça (Ford)
38 Alan Chanoski (Mercedes-Benz)
6 Wellington Cirino (Mercedes-Benz)
28 Danilo Dirani (Scania)

Corrida 2:
15 Roberval Andrade (Scania) – 10 voltas em 22:36,528
8 Luciano Burti (Volkswagen) – a 1.853
77 André Marques (Mercedes-Benz) – a 3.280
9 Renato Martins (VW MAN) – a 20.352
27 Fábio Fogaça (Ford) – a 22.783
13 Witold Ramasauskas (VW MAN) – 30.474
30 Rogério Castro (Volkswagen) – 51.501
333 Alex Fabiano GG (Mercedes-Benz) – 1:10.046
11 Rodrigo Belinati (Volkswagen) – 1:12.853

Não completaram 75% da prova:
38 Alan Chanoski (Mercedes-Benz)
88 Beto Monteiro (Iveco)
72 Djalma Fogaça (Ford)
38 Alan Chanoski (Mercedes-Benz)
6 Wellington Cirino (Mercedes-Benz)
28 Danilo Dirani (Scania)

Classificação da Copa Sudeste:
Roberval Andrade – 40 pontos
André Marques – 34
Luciano Burti – 34
Fábio Fogaça – 27
Renato Martins – 27
Witold Ramasauskas – 24
Rogério Castro – 22
Rodrigo Belinati – 17
Alex Fabiano GG – 17
Adalberto Jardim – 12
Débora Rodrigues – 11
Alan Chanoski – 0
Wellington Cirino – 0
Beto Monteiro – 0
Djalma Fogaça – 0
Danilo Dirani – 0