Rei das poles na temporada 2018, Wellington Cirino está disposto também em ser o Rei das Copas, ainda mais correndo diante de seus torcedores, sendo o único paranaense na disputa da Grande Final da Copa Truck em Curitiba.

Primeiro a se classificar com o título da Copa Sul, Cirino poderia ter marcado até mais pontos importantes não fossem algumas quebras capitais como em Goiânia e Interlagos, duas etapas nas quais largou da primeira posição. E foi pensando nisso que ele virá com uma nova atualização em seu caminhão visando essa maior constância nas baterias finais do ano.

“O campeão será definido na metade da segunda prova.”

“A segunda corrida é que vai ser a hora da verdade. O campeão será definido na metade da segunda prova”, conta Cirino, que tem como um dos principais concorrentes o próprio companheiro de equipe, André Marques – a sorte é que os dois estão muito bem entrosados.

“Primeiros vamos pensar como um todo, na equipe, e sei que vai ser uma corrida muito disputada. Mas estamos preparados: temos pequenas evoluções e a certeza de que teremos um caminhão competitivo e mais constante na corrida. A expectativa é fazer o melhor possível, marcar o maior número de pontos e correr para a calculadora.”

O que Wellington Cirino fez na pista em 2018:

2 vitórias
– Cascavel 1
– Guaporé 1

5 poles
– Interlagos
– Goiânia
– Buenos Aires
– Rivera
– Curvelo

7 presenças no Top Qualifying
– Cascavel
– Interlagos
– Goiânia
– Campo Grande
– Buenos Aires
– Rivera
– Curvelo

7 pódios
– Cascavel 1
– Cascavel 2
– Guaporé 2
– Campo Grande 1
– Buenos Aires 1
– Buenos Aires 2
– Curvelo 2