Com a convicção de que poderia ter sido melhor sua participação na rodada dupla da Copa Truck em Goiânia, Fábio Fogaça, da equipe FF Motorsport/Quartzolit/Brasilit/Kraucher, deixou o Autódromo Internacional Ayrton Senna satisfeito com a evolução do seu caminhão Protótipo. Ele marcou 18 pontos, com os dois 11º lugares e chegou a ocupar a quinta colocação na segunda corrida deste domingo.

Fábio conquistou o 11º na corrida 1 deste domingo e na segunda, chegou a ocupar a quinta colocação, pressionando o quarto, quando teve problemas no seu caminhão e teve que abandonar. As vitórias deste domingo foram de André Marques na corrida 1 e de Paulo Salustiano na 2.

Com as duas vitórias de sábado e o segundo lugar na corrida 1 deste domingo, Beto Monteiro sagrou-se campeão da Segunda Copa, com 68 pontos. O vice-camepão é Jô Augusto, com 54, ao passo que André Marques garantiu a terceira colocação, com 50 pontos. Fábio Fogaça se classificou em 14º, com 18 pontos.

Fábio Fogaça diz que a rodada dupla de Goiânia foi de grande evolução no caminhão e os problemas foram coisas normais de corridas, mas sem eles, poderia ter brigado até por pódio. “Estou contente com a nossa evolução, o motor esta forte e melhoramos muito na parte de chão. Estava muito rápido em curvas. O trabalho de toda a equipe desde a etapa de Cascavel foi compensador e o desempenho de Goiânia mostra que estamos no caminho certo. Na corrida 2 desde domingo, larguei muito bem e já estava em quinto, pressionando o quarto, quando caiu a pressão do óleo e tive que abandonar. Estaremos mais fortes na próxima etapa, com certeza”, acentua o piloto do Sorocaba.

A próxima etapa da Copa Truck será divulgada nos próximos dias pela organização da categoria.