A Copa Truck definiu neste fim de semana em Curitiba os três últimos finalistas para a Grande Final, que acontece no próximo mês em Interlagos. Com um sétimo e um sexto lugares, respectivamente, Valdeno Brito levou o título da Terceira Copa graças principalmente às duas vitórias obtidas na etapa anterior em Cascavel.

“Corri com o regulamento debaixo do braço e apenas levei o caminhão até as bandeiradas. Por conta do restritor, meu caminhão perdia 12 km/h de reta e isso tornou impossível qualquer tipo de resistência nas disputas. Mas o importante foi ter garantido a vaga para a decisão, onde todos correrão sem restritor e o melhor vencerá”, comentou Valdeno.

Os outros classificados foram Felipe Giaffone, vice-campeão, e Danilo Dirani, que garantiu a última vaga e tirou da briga Paulo Salustiano, que venceu a segunda corrida. “É muito bom estar na final”, ressalta Dirani, que só disputou três etapas em 2020. “O melhor de tudo é que o caminhão está evoluindo conforme planejamos e vamos chegar fortes para essa decisão.”, continuou.

“Estou bastante feliz por conseguirmos o objetivo maior, que era estar na final. Sabemos que vai ser difícil, mas temos condições. Agora pelo menos temos a chance”, analisou Giaffone, enquanto Paulo Salustiano lamentou ter perdido a vaga: “Não fosse a punição no fim da corrida 1, teria conseguido. Mas faz parte, agora vou sem pressão para a Grande Final tentar vencer as duas provas e ajudar tanto o Beto quanto o Jô.”

Ganhador da primeira prova, Beto Monteiro, que chega à Grande Final como líder, também somou um terceiro lugar na segunda corrida.”Mesmo sabendo que as chances de ficar entre os três primeiros era pequena, eu tentei. Poderia ter ido muito melhor não fosse o toque que recebi na largada da segunda corrida, pois o caminhão estava ótimo – prova disso foi ter conseguido terminar a prova em terceiro lugar”, comentou Beto.

No fim, Valdeno terminou a Terceira Copa com 63 pontos, contra 55 de Giaffone, 54 de Dirani, 53 de André Marques e 50 de Salustiano. Com isso, o Ranking da Grande Final tem Beto Monteiro na ponta com 224 pontos, André Marques com 216, Valdeno Brito com 212, Wellington Cirino, Jô Augusto e Felipe Giaffone com 210, além de Danilo Dirani, com 208 – o restante do grid corre normalmente a final, mas não disputa o título junto com os outros sete.

A decisão está prevista para o dia 13 de dezembro em Interlagos. Confira abaixo os resultados completos:

1. Beto Monteiro (R9/Volkswagen), 12 voltas
2. André Marques (AM/Mercedes), a 2s402
3. Danilo Dirani (PP/Mercedes), a 4s125
4. Rafael Lopes (R9/Volkswagen), a 10s023
5. Felipe Giaffone (Usual/Iveco), a 12s317
6. Leandro Totti (JLT/Mercedes), a 12s566
7. Valdeno Brito (AM/Mercedes), a 18s707
8. Paulo Salustiano (R9/Volkswagen), a 22s719
9. Daniel Kelemen (PP/Mercedes), 33s899
10. Jô Augusto (R9/Volkswagen), a 48s982
11. Pedro Paulo (PP/Mercedes), a 50s253
12. Danilo Alamini (R9/MAN), a 50s912
13. Wellington Cirino (AM/Mercedes), a 51s742
14. Adalberto Jardim (AJ5/Protótipo), a 54s694
15. Debora Rodrigues (AM/Mercedes), a 56s707
16. Regis Boessio (Boessio/Volvo), a 1min30s836
17. Ricardo Alvarez (Bruto/Scania), a 1min42s598
18. Cris Julio (JLT/Volvo), a 1min44s441

Não completaram
Fábio Fogaça (FF/Protótipo), a 4 voltas
Raphael Teixeira (FF/Protótipo), a 8 voltas
Evandro Camargo (ADF/Mercedes), a 12 voltas
Djalma Pivetta (Usual/Iveco), a 12 voltas

Melhor volta: 1min43s238, Wellington Cirino

Corrida 2
1. Paulo Salustiano (R9/Volkswagen), 15 voltas
2. Danilo Dirani (PP/Mercedes), a 4s767
3. Beto Monteiro (R9/Volkswagen), a 11s088
4. André Marques (AM/Mercedes), a 13s350
5. Felipe Giaffone (Usual/Iveco), a 21s849
6. Valdeno Brito (AM/Mercedes), a 33s374
7. Jô Augusto (R9/Volkswagen), a 1min08s506
8. Debora Rodrigues (AM/Mercedes), a 1min12s841
9. Rafael Lopes (R9/Volkswagen), a 1min21s599
10. Daniel Kelemen (PP/Mercedes), a 1min27s363
11. Fábio Fogaça (FF/Protótipo), a 1min40s499
12. Regis Boessio (Boessio/Volvo), a 1 volta
13. Leandro Totti (JLT/Mercedes), a 1 volta
14. Ricardo Alvarez (Bruto/Scania), a 2 voltas
15. Wellington Cirino (AM/Mercedes), a 4 voltas

Não completaram:
Cris Julio (JLT/Volvo),
Adalberto Jardim (AJ5/Protótipo),
Danilo Alamini (R9/MAN),
Pedro Paulo (PP/Mercedes),
Raphael Teixeira (FF/Protótipo), a 15 voltas
Evandro Camargo (ADF/Mercedes), a 15 voltas
Djalma Pivetta (Usual/Iveco), a 15 voltas

Melhor volta: 1:43.904, Beto Monteiro

Ranking da Grande Final:

Beto Monteiro, 124
André Marques, 116
Valdeno Brito, 112
Wellington Cirino, 110
Jô Augusto, 110
Felipe Giaffone, 110
Danilo Dirani, 108