Wellington Cirino conquistou neste sábado sua segunda pole position na temporada 2019 da Copa Truck e a segunda consecutiva no Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG), que recebe neste fim de semana a quarta etapa do ano, que define mais três finalistas para a Grande Final de dezembro em Interlagos (SP).

Com o tempo de 1min47s014, Cirino ficou somente 0s021 à frente de Leandro Totti, na disputa particular dos paranaenses que correm de Mercedes-Benz que durou até a bandeirada final, quando Totti tentou dar o troco mas não conseguiu. “A equipe está de parabéns, pois pegamos as lições do ano passado e melhoramos mais o caminhão. Que a gente consiga começar aqui nossa reação na temporada”, destaca o pole.

A segunda fila terá o Volkswagen de Paulo Salustiano e o Iveco de Felipe Giaffone, que parou no fim do Q2 com problemas, seguido de Pedro Paulo Fernandes, em sua melhor participação na Copa Truck com o quinto lugar, seguido de outra grata surpresa, Régis Boéssio. Os dois líderes da Segunda Copa, Roberval Andrade (Mercedes-Benz) e Renato Martins (Volkswagen) dividem a quarta fila.

Já outros dois na briga direta pelo título, André Marques (Mercedes-Benz) e Beto Monteiro (Volkswagen) tinham garantido na pista a vaga para o Q2, mas foram punidos com o excesso de fumaça e, com isso, sairão do fundo do grid. Ambos não conseguiram esconder a frustração. “Regras são regras, apesar de achar injusto, vamos acatar e repensar nossa estratégia, pois o caminhão estava muito bom, mesmo com alguns pequenos probleminhas”, resume Monteiro, campeão da Primeira Copa do ano.

Azar de uns, sorte de outros: com o problema de Monteiro e Beto, Luiz Carlos Zapelini e Debora Rodrigues subiram para o top 10 do grid de 21 caminhões. Outro bom destaque foi o 12º lugar de Fábio Fogaça, que vem tendo uma temporada muito difícil com o Ford de sua equipe, que vem passando por uma profunda reformulação. A quarta etapa da Copa Truck acontece neste domingo a partir das 14 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo e exclusiva do SporTV3.