Felipe Giaffone voltou com tudo ao cockpit de seu Volkswagen e liderou o primeiro treino livre da Copa Truck no Autódromo Internacional de Campo Grande. Como os caminhões foram os primeiros a ir à pista nesta sexta-feira (a Mercedes-Benz Challenge acabou treinando em seguida), os pilotos encontraram uma pista bastante suja e “crua”.

Por conta disso, todos os pilotos tiveram cautela na sessão e buscaram, neste primeiro momento, priorizar a checagem dos equipamentos e não exageraram muito do equipamento – uma vez que a sessão seguinte, marcada para às 15h40, terá uma pista bem mais limpa e emborrachada.

A sessão teve três interrupções: Duda Bana teve problemas de embreagem, Giuliano Losacco no câmbio e Fábio Fogaça também ficou parado no fim da reta dos boxes. “Estamos vendo se o problema necessita da troca completa do câmbio ou não. Vamos tentar consertar até o segundo treino”, conta Losacco, piloto da Iveco.

Confira os tempos da primeira sessão:

1. Felipe Giaffone (VW), 1min47s612
2. Roberval Andrade (Scania), 1min48s229 – 0,617
3. Wellington Cirino (Mercedes), 1min48s838 – 1,226
4. André Marques (Mercedes), 1min49s628 – 2,016
5. Renato Martins (VW), 1min49s692 – 2,080
6. Djalma Fogaça (MAN), 1min50s189 – 2,577
7. Regis Boessio (Volvo), 1min50s718 – 3,106
8. Paulo Salustiano (Mercedes) 1min51s611 – 3,999
9. Debora Rodrigues (VW), 1min51s653 – 4,041
10. Witold Ramasauskas (MAN), 1min51s910 – 4,298
11. Luiz Lopes (Iveco), 1min52s587 – 4,975
12. Adalberto Jardim (Ford), 1min53s291 – 5,679
13. Rodrigo Belinatti (VW), 1min57s617 -10,005
14. Beto Monteiro (Iveco), 2min00s566 – 12,954
15. Giuliano Losacco (Iveco), 2min07s228 – 19,616
16. Fábio Fogaça (Ford), Sem Tempo
17. Duda Bana (Ford), Sem Tempo